De Maranello para o mundo: saiba a história e as curiosidades da Ferrari

Conteúdo de marca.


Tudo começou em 1929, quando a marca foi fundada na cidade de Maranello, na Itália, por Enzo Ferrari.

Inicialmente conhecida como Scuderia Ferrari, a fabricante patrocinava pilotos e carros de corrida já fabricados.

A produção independente começou somente em 1946, com o nascimento da Ferrari 125S, com motor V12.

A estreia do modelo foi marcada pela vitória no Grande Prêmio de Roma, em 1947, o primeiro carro de rua, o 166 Inter, no entanto, foi lançado somente em 1948.

Já inserida no mundo das competições, a fabricante do cavalinho rampante conseguiu sua primeira vitória na Fórmula 1 já em 1951.

Em seguida, em 1956, o lendário piloto argentino Juan Manuel Fangio ganha o campeonato mundial a bordo de uma Ferrari.

A década de 60, no entanto, não foi uma das melhores para a empresa de Maranello.

A americana Ford chegou a tentar comprar, de olho no potencial da fabricante em competições automotivas, mas as negociações não foram adiante.

Enzo resolveu vender 50% da empresa para a FIAT, que atualmente detém 90% das ações da fabricante de luxo.

Ao longo da sua história, a empresa tem se destacado por sua participação contínua em corridas, especialmente na Fórmula 1, onde é a equipe de corrida mais antiga e mais bem sucedida, detendo o maior número de vitórias.

Os carros de estrada da Ferrari são geralmente vistos como um símbolo de velocidade, luxo e riqueza.

Separamos os principais fatos curiosos envolvendo a Ferrari ao longo dos anos. Confira:

O CAVALO RAMPANTE

Quando falamos no logotipo da Ferrari, é impossível não nos lembrarmos automaticamente do famoso “Cavallino Rampante”. Mas onde surgiu esse cavalo rampante?

O cavalo rampante foi originalmente utilizado não em um automóvel, mas em um avião, pelo piloto da Força Aérea italiana Francesco Barraca.

O cavalo servia de símbolo decorativo na lateral do avião do piloto, durante a I Guerra Mundial.

De acordo com os historiadores, Barraca pertencia a uma família nobre que possuía um elevado número de cavalos.

A história é que Enzo Ferrari teve a oportunidade de se encontrar com a mãe do famoso aviador em 1923, e pediu que o símbolo fosse adotado como emblema para os modelos da marca, o argumento foi que “traria sorte”.

O logotipo foi mais tarde apresentado ao público italiano, em 1932.

A COR VERMELHA DA FERRARI NÃO FOI UMA ESCOLHA DA MARCA

O vermelho que associamos à Ferrari, na verdade foi uma determinação da Federação Internacional de Automobilismo, que determinou, nos primórdios da existência dos Grand Prix, que todos os carros de corrida italianos teriam de ter a cor vermelha.

Atualmente essa exigência acabou, mas o vermelho se tornou o favorito dos compradores da marca, que está entre as mais famosas de alto nível até hoje.

Foto: divulgação/NetBet

FERRARI CHALLENGE SERIES

A Ferrari Challenge Series é uma competição automobilística realizada pela Ferrari onde corredores competem entre si utilizando apenas um modelo, que é fabricado especialmente para competições em autódromo, esse ano, o modelo utilizado pelos pilotos será o 488 Challenge Evo, um V8 de 670 CV de “tirar o fôlego”.

O campeonato tem início em maio no famoso circuito Brands Hatch, em Londres. Serão cinco provas nos mais importantes autódromos da Inglaterra.

Dentre os patrocínios mais diversos de empresas de alto padrão na Europa, a empresa dos serviços NetBet cassino e NetBet apostas, anunciou uma parceria com o evento e será presença garantida durante o campeonato.

Com relação a isso, Marsio Schneider, Diretor de Marketing do Brasil da NetBet, declarou:

“É uma forma de divulgarmos nossa marca em um evento que chama a atenção dos apaixonados pela Ferrari e pelo automobilismo. Com isso, reforçamos nossa filosofia de estar no topo do mundo”.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais