LUCIANA MELO

Luciana Melo, 41 anos, sócia do Café Cultura, rede de cafeterias com 19 unidades no Brasil. É graduada em Administração de Empresas pela Universidade Paulista, com MBA em Marketing pela FGV. 

Como chegou ao cargo de CEO?

Foi um movimento natural. A empresa foi crescendo, precisávamos profissionalizar mais os setores e eu me vi na necessidade de assumir esse posto. Muito disso se deu ao fato de eu ser a fundadora, o que tem um peso que me cobra responsabilidades que um cargo de CEo consegue absorver.

O que motiva a tocar os negócios?

Eu poderia até dizer que já alcancei o que sempre sonhei: conciliar trabalho e família, com êxito nas duas dimensões. Mas, ao invés disso, acordo todos os dias com o mesmo brilho no olhar de 15 anos atrás, quando meu marido – Joshua Stevens – e eu abrimos um singelo café no reduto das cafeterias: a Lagoa da Conceição. O que nos inspirou a ter essa primeira loja, com apenas 40m², foi recomeçar a vida no lugar que escolhi morar: Florianópolis. Até os dias de hoje, à frente de um projeto de expansão da rede para 260 pontos de venda, pode parecer que tudo mudou. Mas, nossa essência continua a mesma: transformar o café na cultura de bons momentos, grandes encontros e agradáveis sensações. Por isso, o Café Cultura faz muito mais do que vender café. Acolhe, serve e insere em uma atmosfera afetiva que bem traduz minha missão de vida. Desde que eu deixei a minha cidade, no interior de Minas Gerais, para fazer faculdade na maior cidade do país, sigo a mesma força motriz: ter um significado em tudo o que eu faço. Tanto que troquei a carreira em gigantes como a Canon, Gillette e Newell Rubbermaid pela aventura de um intercâmbio na Califórnia, quando conheci o meu marido e, bem, o resto da história já contei. 

Qual mensagem deixa para o público feminino?

Quero ser inspiração para outras mulheres, que anseiam ter uma família e serem empresárias, ao mesmo tempo. Após 15 anos de percurso, estou eu aqui, querendo aprender mais e me tornar uma líder que, além de inspirar, possa contribuir para uma nova forma de fazer o Franchising. Uma forma leve, verdadeira e com propósito. É fazer com que cada vez mais pessoas possam iniciar o seu dia com uma boa xícara de café.

Aonde quer chegar?

Nos próximos cinco anos, vemo-nos como a maior rede de cafés especiais do Brasil, com mais de 260 operações nas regiões Sul e Sudeste. Essa expansão propiciará que nossa receita cresça, seja por meio das taxas de franquias e royalties, ou pelo fornecimento de café às lojas. Serão, em 2025, mais de 2.000 postos de trabalho indiretos e 150, diretos. Nosso faturamento de sell out anual chegará a R$ 249 milhões; e sell in, em R$ 35 milhões. E eu me vejo no meio disso, participando, liderando e inspirando.


Confira outras histórias aqui.


você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais