CGT Eletrosul, de Florianópolis, registra lucro acumulado de R$ 415,1 milhões

No encerramento do terceiro trimestre, a CGT Eletrosul, empresa controlada pela Eletrobras com sede em Florianópolis, registrou lucro acumulado de R$ 415,1 milhões. O valor é 2,6% superior ao balanço apurado no mesmo período do ano passado.

O resultado contemplou fatores positivos como a repactuação do risco hidrológico (Generation Scaling Factor), menor exposição cambial e revisão da receita da Rede Básica do Sistema Existente (RBSE).

Os efeitos favoráveis foram parcialmente neutralizados com a revisão das provisões para impairment (ajustes por irrecuperabilidade de investimentos realizados) e, principalmente, o contencioso judicial trabalhista.

A receita bruta de transmissão, geração e outros negócios, entre janeiro e setembro, somou R$ 2,577 bilhões, superando em 17,02% a receita bruta do mesmo período do último ano, quando atingiu R$ 2,202 bilhões.

O montante já inclui, a partir de setembro, as receitas de transmissão da SPE Fronteira Oeste Transmissora de Energia S.A (FOTE), incorporada no dia 31 de agosto.

O Ebitda (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado, que representa o indicador de geração de caixa ajustado por itens não recorrentes, atingiu R$ 1,069 bilhão. O valor é 34,5% superior ao Ebitda apurado no mesmo período do ano passado, quando alcançou R$ 795,1 milhões.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais