Economia SC Drops: Como a inovação impacta o público no setor de alimentos artesanais

A inovação está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas. Mas como ela acontece no setor de alimentos? O Economia SC Drops traz uma entrevista com os empreendedores e sócios da Olhos Embutidos, Luiz Antônio Bérgamo e Rolf Konell Jr., sobre o assunto. Confira abaixo:

Como a inovação pode ser usada para atrair o público no segmento de alimentos? Como a Olhos Embutidos atua nesse ponto?

A Olho está sempre investindo em inovação, seja em equipamentos físicos, novos produtos ou mercados. No entanto, sempre com a preocupação de manter o foco no produto tradicional, feito de forma artesanal, que é o diferencial da empresa. É importante usar a tecnologia sempre, mas sem perder as características artesanais, que é o que atrai mais público para os nossos produtos. É o que o consumidor da Olho procura, um produto diferenciado. Um exemplo disso é a Linguiça Blumenau moída (200g em ATM), vendida para o consumidor final. Durante um ano estudamos, junto com a Duas Rodas, uma forma de embalar a linguiça sem perder a qualidade. A tecnologia desenvolvida facilitou a criação de uma embalagem com a atmosfera modificada, na qual a linguiça não tem contato com o oxigênio, preservando dessa maneira suas características originais. A Olho é a única empresa de embutidos que vende linguiça moída com esse tipo de embalagem.

Qual o impacto nas cidades em que atua? Qual o retorno real de ações inovadoras para a marca?

Todas as ações que fazemos em inovação e modernidade nos trazem como resultado um aumento na procura por nossos produtos e confiança na qualidade do que produzimos. Além disso, também nos tornamos mais conhecidos em mercados fora da nossa região. Entre os projetos da Olho estão o de aumentar a sua participação na região Sul.

Quais os principais desafios da inovação no setor alimentício? 

O grande desafio do setor alimentício é  com os produtos perecíveis. O produto artesanal leva pouco conservante e, por isso, tem uma durabilidade menor e as exigências para manter a qualidade são enormes. O que exige um bom projeto de logística. Por isso, estamos sempre estudando alternativas naturais de preservação. Um outro desafio que temos é o de tornar conhecido ao público que a nossa linguiça Blumenau moída (200g em atm), por ter uma embalagem diferenciada, exige ficar no setor resfriado e não junto com as demais linguiças.

Quais os próximos passos da marca?

Recentemente investimos em pizza artesanal congelada com quatro tipos de sabores e que está ainda em fase de expansão nos mercados que atuamos. Porém, quem já experimentou disse que ela é diferenciada das demais que conhecem, que são feitas de forma totalmente industrializada. Para o próximo ano, devemos também inaugurar a nossa nova fábrica, com o triplo do tamanho atual. E aqui também o grande desafio será aumentar a produção, sem perder a qualidade. Teremos maquinários  modernos e vamos testar um a um para garantir a mesma qualidade do produto que ofertamos hoje.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais