Embrapii, USP e Tupy se unem para viabilizar inovação em reciclagem de baterias de lítio

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) está desenvolvendo, em parceria com a multinacional brasileira de metalurgia Tupy e a Universidade de São Paulo (USP), um projeto de inovação que vai possibilitar a reciclagem de baterias de lítio.

A proposta tem como objetivo atender a uma alta demanda da indústria, pois os processos de reciclagem de baterias no Brasil são feitos por meio de pirometalurgia, quando a matéria-prima é coletada e depois incinerada.

Nesse sistema, ocorre um alto consumo de energia, as emissões de carbono são elevadas e a perda na recuperação de materiais como o lítio é muito grande.

Segundo a empresa, a pesquisa vai ajudar a resolver este problema, pois será concentrada na técnica de hidro metalurgia, um processo em que a matéria-prima é dissolvida em soluções ácidas e, então, extrai-se a substância desejada.

Esse método consome menos energia, gera menos emissões de carbono e possibilita uma maior recuperação de materiais.

Fernando Cestari de Rizzo, CEO da Tupy, destaca a sinergia do projeto:

“Acreditamos que conhecimento gera transformação. Foi investindo em P&D que a Empresa cresceu e se tornou referência mundial em componentes estruturais para o setor de bens de capital. Buscamos continuamente novas oportunidades de negócios que demandem soluções tecnológicas em metalurgias complexas e materiais. Somando isso à nossa forte atuação na economia circular, faz muito sentido que sejamos habilitadores desta iniciativa.”

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais