Com a maçã Fuji, SC conquista 6ª Indicação Geográfica

A maçã Fuji é a sexta Indicação Geográfica (IG) conquistada por Santa Catarina. A certificação foi anunciada nesta terça-feira, dia 3, pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e abrange uma área de 4.928 km² nos municípios de São Joaquim, Bom Jardim da Serra, Urupema, Urubici e Painel.

A conquista é resultado de uma parceria desenvolvida pela Epagri, Sebrae, UFSC, com apoio de produtores locais e de outras instituições, como a Cidasc, por exemplo.

maçã Fuji produzida na região destaca-se por suas características únicas de cor, formato e sabor, entre outras. Além disso, a elevada altitude da região, acima de 1.100 metros, é fator determinante para essas diferenciações.

Mariuccia Schlichting de Martin, pesquisadora da estação experimental da Epagri em São Joaquim, explicou que na altitude existe uma maior probabilidade de ocorrência de pelo menos 700 horas com temperatura do ar abaixo de 7,2°C no inverno.

“Essa quantidade de horas de frio leva a uma boa indução natural da brotação e do florescimento, que irá resultar em frutos maiores, mais arredondados e com menos defeitos físicos”, explica.

A presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, destacou o trabalho multidisciplinar desenvolvido pela instituição para essa conquista:

“A IG da Maçã Fuji vem coroar um trabalho histórico da Epagri, que colocou Santa Catarina na posição de maior produtor da fruta no país”.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais