JBS investirá R$ 442 milhões no Planalto Norte

O Grupo JBS acaba de anunciar novos investimentos na região do Planalto Norte.

Isso porque o Governo do Estado acelerou a liberação de licenças ambientais, que garantem a aplicação de R$ 442 milhões para modernização e ampliação da unidade da Seara Alimentos, em Itaiópolis, e da unidade biodiesel em Mafra.

A empresa irá direcionar R$ 262 milhões para ampliação de abatedouro de aves, da fábrica de ração e de premix em Itaiópolis.

Além disso, passará a trabalhar em três turnos, criando 673 novas vagas de emprego nos 12 municípios da região, chegando a 2.180 funcionários diretos.

Nesta quarta-feira, dia 16, o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, esteve nos municípios para entrega da licença ambiental prévia aos diretores e executivos da empresa.

Emitida pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA), é a primeira de três autorizações ambientais obrigatórias e declara a viabilidade locacional do empreendimento.

“Essa licença ambiental garante investimentos importantes na região. Uma notícia que demonstra a força do agronegócio, um setor que continua crescendo em Santa Catarina, gerando empregos, desenvolvimento e divisas para a economia catarinense. Santa Catarina é um estado gerador de empregos, que acredita no potencial do catarinense, e esse investimento será muito importante para seguirmos no caminho do desenvolvimento”, afirma o secretário.

A ampliação terá impacto também no campo. Serão 16 novos produtores integrados e 63 aviários a mais atendendo a unidade de Itaiópolis.

A empresa pretende ampliar em 1,4 mil toneladas a produção mensal, passando para 7,8 mil toneladas de produto acabado/mês.

A planta abastece 12 países, entre eles mercados exigentes como Japão, Chile, Estados Unidos e Canadá.

BIODIESEL

A empresa está investindo também na ampliação da unidade de biodiesel de Mafra. O secretário esteve no local e entregou a licença ambiental que permite a expansão.

Serão R$ 180 milhões em investimentos, que devem impulsionar o desenvolvimento econômico da região.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais