Economia SC Drops: Startups de Lages criam comunidade para alavancar a inovação local

Visando fortalecer e acelerar o desenvolvimento de Lages, startups da cidade criaram a comunidade Pixurum. Neste Economia SC Drops, conversamos com Vitor Küster Bona, um dos membros ativos da comunidade e CEO da startup ilergic. Confira abaixo:

Existe algum levantamento de quantas startups tem em Lages? Em quais segmentos elas atuam?

Vitor: Iniciamos as atividades da Pixurum há pouco tempo, e entre as primeiras ações estamos neste momento com o mapeamento das startups da comunidade em aberto. Já existem mapeamentos feitos por instituições locais, como o Orion Parque, que tem uma grande diversidade de empresas e startups vinculadas, tanto física quanto virtualmente, que possuem uma grande gama de segmentos: AgroTech, HealthTech, FoodTech, BioTech, entre outros. O objetivo do mapeamento realizado pela Pixurum é conseguir mapear até as startups que estão em suas fases iniciais, saindo da ideação e dando seus primeiros passos, e startups que não têm vínculos com as instituições locais para, então, sabermos quais são as demandas locais e montar planos de ação para suprir as necessidades dessas demandas.

O que é, na prática, uma comunidade de startups?

Vitor: Um grupo de pessoas voluntárias que tem como único e exclusivo objetivo fazer com que as startups locais tenham sucesso.

Como surgiu a ideia de criar a Pixurum?

Vitor: Foi uma necessidade natural. Um dos fatores que apoiam o desenvolvimento das startups e que aceleram os impactos positivos causados por elas, é uma ter uma comunidade de startups. É algo comum em regiões que já tem um ecossistema de startups desenvolvido ou em desenvolvimento. No Brasil temos diversas comunidades de startups, a Associação Brasileira de Startups tem a listagem das comunidades ativas. Internacionalmente existem várias comunidades, estudos e livros que tratam do assunto.

Como ela funciona? Qualquer Startup pode fazer parte da comunidade ou é feita alguma seleção? Se sim, quais os critérios para entrar?

Vitor: A comunidade está em fase inicial. Está se construindo. Ainda não possuímos diretrizes específicas de participação, é algo que será construído com as pessoas mais ativas ao longo do tempo. Qualquer pessoa pode participar da comunidade, independentemente de ter uma startup ou não, desde que entenda que o foco das ações é de acordo com as demandas e necessidades das startups locais. O ideal é que tenhamos pessoas ativas na comunidade Pixurum que atuem em todos os pilares relacionados à uma comunidade de startups, que são: Cultura; Densidade; Talento; Acesso à capital; Acesso à mercado; Ambiente regulatório; Diversidade & impacto. Todas as pessoas interessadas em trabalhar com a comunidade estão convidadas a participar das nossas reuniões quinzenais.

Quais ações estão previstas para a Pixurum? Como elas beneficiam as startups?

Vitor: Os planos de ação serão montados e executados após mapear as startups, suas demandas e necessidades. Como teremos um mapeamento das maiores necessidades das startups locais, acreditamos que conseguiremos realizar ações bem direcionadas que vão acelerar o desenvolvimento das nossas startups e, consequentemente, da nossa região.

Como essa comunidade pode fortalecer o ecossistema de inovação de Lages? Há planos de expandir a comunidade, aceitando startups de outras cidades?

Vitor: As startups são um dos principais propulsores da inovação no mundo. Quanto mais sucesso as startups locais tiverem, mais a região e o ecossistema local serão impactados positivamente, melhorando o IDH. E através do desenvolvimento de novas tecnologias, patentes, mercados, serviços e processos, atingimos a melhora da economia, de geração de empregos e qualidade dos profissionais locais. Quando uma startup tem sucesso, o que está em seu entorno tem sucesso junto. Falando em comunidades de startups, a qualidade da comunicação e informação compartilhada são um dos principais critérios para se ter uma comunidade de startups de sucesso. Considerando os pilares já citados, podemos compreender que uma comunidade de startups madura, não impacta positivamente só nas startups, mas também em vários atores, agentes, organizações e instituições que se envolvem no processo de desenvolver a região através das startups. A Pixurum é exclusivamente uma comunidade de startups locais, então existimos para atender as demandas das startups lageanas ou que atuam em Lages. Mas as conexões e comunicações que realizamos não ficam fechadas internamente na nossa comunidade. Caso saibamos de startups de outro município que precise de apoio, indicamos a comunidade mais próxima para apoiá-la e buscamos dar o suporte que estiver ao nosso alcance. A Pixurum não fica isolada das outras comunidades de startups, regionalmente temos a Comunidade SC, a comunidade de Startups de Santa Catarina, que conecta as comunidades locais de forma a alcançarem objetivos macro para nosso estado. Quando conseguimos alinhar os trabalhos locais, com os trabalhos regionais, nacionais e internacionais, ganhamos força, conseguimos alcançar resultados muito significativos para todos! A força das comunidades está em sua união, comunicação, ações e alinhamentos. Todo mundo ganha.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. EntendiSaiba mais