Produção de energia solar fotovoltaica em franca expansão

Por Dilnei Sousa, diretor operacional da Quantum

Apesar do impacto econômico em diversos setores por conta da pandemia, a geração de energia solar fotovoltaica no Brasil vem crescendo.

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), a projeção para este ano mantém a expectativa de crescimento, podendo chegar a um aumento de 68% em relação à potência atual.

O país deve atingir 12,56 gigawatts (GW) de capacidade instalada de projetos de geração de energia solar fotovoltaica ainda em 2021, sendo as usinas solares de grande porte sua maior fonte. 

Dados apresentados pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) apontam que a produção de energia solar fotovoltaica atingiu um crescimento de 18,9% em janeiro deste ano, se comparado ao mesmo período de 2020. 

Apesar de ter apresentando índices negativos nos últimos meses de 2020, o segmento registrou uma alta significativa no início de 2021.

Seguindo o excelente desempenho em janeiro, a produção de energia solar fotovoltaica manteve da mesma forma seu índice positivo em fevereiro, garantindo 10,7% de crescimento somente na primeira quinzena.

Atenta ao cenário, a Quantum, com sede em São José, na Grande Florianópolis, estabelece filial em Curitiba, levando sua expertise na implantação de energias renováveis.

Tendo em vista que a energia solar fotovoltaica pode ser implantada em empresas de pequeno, médio e grande porte, além de prédios do poder público, a Quantum oferece a facilidade de financiamentos por meio das cooperativas Unicred, Sicoob, Sicredi e pelo banco Santander. 

Em tempos difíceis, a evolução tecnológica aparece como acelerador na superação de desafios e isso naturalmente reflete em ganho no desenvolvimento econômico e social de cidades e estados.

Hoje, são mais de 5 mil municípios em todo o território nacional apostando na qualidade e nos benefícios da tecnologia solar fotovoltaica. Principalmente inspirados por uma produção de energia mais limpa e sustentável, e que, de quebra, gere economia.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, até 2029, o Brasil vai começar um processo de mudança da matriz energética e, com isso, a produção de energia solar vai aumentar em 4x. Hoje, no país, são mais de 500 mil consumidores utilizando o sistema fotovoltaico. 

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. EntendiSaiba mais