35 anos da ACATE: uma história de crescimento e conquistas

Por Milton Espíndola, CEO da Dígitro Tecnologia

A Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) celebra 35 anos em abril. A entidade reflete hoje a força e a inovação de um setor dinâmico e fundamental para a economia regional e que tem destaque no país e no mundo. Na origem, a construção desse polo tecnológico foi um sonho gestado dentro da Dígitro Tecnologia. Nossas trajetórias têm pontos em comum e temos muito orgulho de dizer que fazemos parte desta história.

A ACATE nasceu dentro da Dígitro Tecnologia no final dos anos 1980. Inclusive, a primeira colaboradora da associação era uma funcionária da Dígitro. Florianópolis tinha uma grande vocação na formação de mão de obra qualificada, principalmente por conta dos cursos de Engenharia Mecânica e Elétrica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Porém, acabava exportando talentos para outras regiões mais industrializadas. A Ilha era ofuscada em sua projeção como polo econômico, mas vimos a oportunidade de criar uma indústria limpa com o setor de tecnologia.

O presidente do conselho da Dígitro, o engenheiro José Fernando Xavier Faraco, foi um dos fundadores e também o primeiro presidente da ACATE. Ele estava no grupo de empreendedores pioneiros que, em 1986, uniu-se em função da ideia de fortalecer o setor e apoiar o surgimento de novos negócios. Assim surgiu a ACATE, em um modelo de condomínio de empresas que, próximas umas às outras, poderiam trocar experiências e oportunidades, além de gerar um verdadeiro ecossistema de inovação. 

A ACATE tem uma contribuição importante no sentido de encaminhar soluções para desafios comuns às empresas do setor. Promovendo o polo catarinense de tecnologia pelo Brasil, contribui para que as empresas catarinenses ganhem espaço e seriedade frente ao mercado nacional. A associação também se preocupa muito em difundir e replicar conhecimento por meio das verticais de negócio, que dão grande contribuição. 

Outro papel importante da ACATE é promover a aproximação de empreendedores mais experientes como os mais jovens. Negócios consolidados e startups compartilham conhecimento em um verdadeiro ecossistema que se retroalimenta de boas ideias. 

Ao longo dos anos, tanto a Dígitro quanto a ACATE cresceram, ganharam sedes novas e mais amplas, consolidaram o reconhecimento nacional e internacionalizaram sua atuação. Fazer parte da ACATE é fazer parte da história: do passado, do presente e, principalmente, do futuro do setor de tecnologia em Santa Catarina. 

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. EntendiSaiba mais