Krona realiza primeira experiência de logística reversa e prepara projeto nacional

A experiência de realizar pela primeira vez a logística reversa em Mato Grosso do Sul colocou a ampliação desta ação de sustentabilidade nos planos da Krona Tubos e Conexões para o próximo ano, como um projeto nacional.

Com a logística reversa, embalagens de produtos adquiridos pelo consumidor ganham nova utilidade e valor pelo trabalho de outras pessoas.

A iniciativa ajuda a movimentar a economia e evita que estes resíduos sejam destruídos de maneira prejudicial ao meio ambiente.   

A participação da empresa no programa respondeu a uma demanda do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, destinada a cerca de 9 mil empresas que colocam seus produtos no mercado e geram embalagens que podem ter como destino o resíduo sólido urbano. 

A meta definida para o estado é que sejam recolhidos 22% das embalagens, em volume referente a 2019. 

Para isso, a empresa providenciou a aquisição de Certificados de Reciclagem (CRE), junto à Eureciclo, certificadora do sistema para compensação da massa de embalagens. O processo será realizado anualmente.

Estima-se que 7 bilhões de pessoas produzem anualmente 1,4 bilhão de toneladas de resíduos sólidos urbanos. A média é de 1,2 kg por dia per capita.

O papel da certificadora é conectar empresas, consumidores, governo e agentes ambientais com o objetivo de desenvolver a cadeia de reciclagem através da tecnologia.

Para isso, utiliza um modelo de compensação ambiental como solução para a logística reversa. 

Desta forma, é garantida a destinação correta de uma massa e tipo de material equivalente ao comercializado pelas empresas que contam com embalagens pós-consumo para colocar seus produtos no mercado. 

A compra dos certificados de reciclagem possibilita uma renda adicional ao trabalho dos operadores privados e cooperativas que recolhem essas embalagens das ruas.

“A logística reversa se soma a uma série de ações sustentáveis da Krona, que assim aperfeiçoa sua atividade industrial com ações que ultrapassam a chegada de um produto de excelência ao consumidor. Com esta iniciativa estamos fazendo bem ao nosso planeta, à qualidade de vida das pessoas e, ao mesmo tempo, agregamos mais valor à marca”, explicou Valdicir Kortmann, vice-presidente Comercial e Marketing.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. EntendiSaiba mais