Fecomércio se une à câmara técnica da FECAM para viabilizar apoio aos empreendedores de SC

União entre as duas entidades para viabilizar a implantação de medidas de apoio aos empreendedores catarinenses atingidos pela pandemia foi selada em reunião virtual nesta sexta-feira, dia 26.

Em encontro entre o presidente da Câmara Temática de Desenvolvimento Econômico da Federação Catarinense de Municípios (FECAM), Marcelo Fett, pelo secretário de Desenvolvimento Econômico de São José, e o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (FECOMÉRCIO/SC), Bruno Breithaupt, foram discutidas ações para viabilizar as medidas previstas no Programa Emergencial de Combate aos Efeitos Econômicos de Pandemia (SUPERA SC).

Durante a agenda, foi combinado que a proposta que será levada para o Governo do Estado incluirá também a previsão de incentivos fiscais, defendida pela entidade empresarial.

Além disso, para a criação dos Fundos de apoio aos empreendedores catarinenses, especialmente aos micros e pequenos, a FECOMÉRCIO/SC disponibilizará os convênios com os bancos de fomento já formalizados para agilizar as operações dos empréstimos.

Uma nova reunião ampliada com a participação dos secretários municipais de desenvolvimento dos 295 municípios catarinenses será marcada para o dia 5 de abril com o objetivo de avançar nas tratativas e unir forças para que o tema avance o quanto antes.

Desde o dia 3 de março, o secretário de São José tem defendido a criação de fundo que sirva como vacina na economia do estado.

“Assim como todos estamos na expectativa de sermos vacinados o quanto antes para nos protegermos da Covid-19, os empreendedores também precisam que o governo apresente uma vacina para salvar a economia neste momento difícil. Precisamos de medidas que priorizem a saúde das pessoas, mas também leve em conta as dificuldades de quem empreende. Apenas ser contra ou a favor do lockdown sem propor nada não resolve”, enfatiza.

Programa de microcrédito da Caixa

Uma reunião virtual nesta quinta-feira, dia 25, com o Vice-Presidente Geral da Caixa Econômica Federal, Celso Leonardo Derziê de Jesus Barbosa, organizada pelo senador Espiridião Amin, que contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Econômico do Município de São José, Marcelo Fett, e do Presidente do Badesc, Eduardo Machado, tratou da criação de um novo Programa de Microcrédito Produtivo da Caixa Econômica, que pode resultar em uma nova linha de crédito para recuperação econômica em Santa Catarina.

Na oportunidade, Marcelo apresentou uma das ações do programa de Recuperação Econômica Avança São José lançado pelo prefeito Orvino Coelho de Ávila, propondo a criação de um Fundo de Aval para garantia de operações de crédito.

Ele ainda questionou Celso sobre a possibilidade do fundo de aval resultar na diminuição da taxa de juros para os empreendedores, uma vez que o risco de inadimplência da Caixa seria zero.

Em resposta, o vice-presidente antecipou que a Caixa lançará nas próximas semanas o FGM (Fundo de Garantia do Microcrédito), com possibilidade de garantir operações de crédito em parceria com os municípios, independentemente do banco que irá financiar.

O senador Amin, que iniciou sua fala destacando que a alavancagem do PRONAMPE (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte) foi de apenas 1,17x, finalizou a reunião cobrando do vice-presidente da Caixa uma análise para viabilizar uma alavancagem maior sobre os recursos aportados a título de aval. o.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais