Tupy alcança a maior receita da história para um quarto trimestre

A Tupy, de Joinville, segue com a trajetória de recuperação iniciada no  terceiro  trimestre, fechando o quarto trimestre do último ano com a maior receita para este período até hoje: R$ 1.270 milhões, crescimento de 11,6% em relação ao mesmo período de 2019.

O lucro bruto de R$ 217 milhões cresceu 4,6% e o EBITDA de R$ 225 milhões ficou com margem de 17,7%, no mesmo comparativo.

Já o lucro líquido atingiu R$ 86 milhões, crescimento de 19% na comparação com o ano anterior.

“Contamos com uma sólida estrutura de governança e ferramentas de gestão de risco. Isso nos possibilitou um enfrentamento adequado da pandemia, protegendo  as pessoas e a empresa. No segundo semestre, observamos uma retomada gradual dos volumes e aumento expressivo das margens em razão de uma série de projetos e iniciativas, que vêm sendo desenvolvidos e implementados por um time de alta performance, composto por novos gestores e executivos com experiência na organização e em seus processos-chave”, destaca Fernando Cestari de Rizzo, CEO da empresa.

POSIÇÃO DE CAIXA E EMISSÃO DE TÍTULOS NO EXTERIOR

As ações preventivas em relação ao controle de gastos aliadas à eficiência dos processos garantiram à Tupy uma posição de caixa de R$ 1.425, valor maior que o registrado antes do início da pandemia.

A Companhia aproveitou o bom momento do mercado para realizar, em fevereiro deste ano, uma emissão de títulos no mercado internacional, no valor de US$ 375 milhões, com vencimento em 2031.

A iniciativa teve como objetivo o pagamento antecipado de dívida com vencimento em 2024 e representa uma economia anual de cerca de 6 milhões de dólares em despesas financeiras.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. EntendiSaiba mais