Healthtech com foco na saúde emocional levanta aporte de R$ 45 milhões

Maior plataforma de saúde emocional e desenvolvimento pessoal do país, o Zenklub anuncia a conclusão de uma rodada de investimento liderada pela SK Tarpon e GK Ventures, e participação da Indico Capital Partners.

A transação acontece por meio das gestoras Kamaroopin e GK Ventures.

O Zenklub é o primeiro investimento dessas gestoras no mercado de saúde, cuja tese surgiu da constatação de uma necessidade das pessoas na busca pela melhoria da saúde integral, trazendo o equilíbrio mental e social como conceito de saúde mais amplo.

O investimento marca a segunda rodada institucional de captação da healthtech, que agora conta com mais R$ 45 milhões em caixa para sustentar crescimento e desenvolver projetos estratégicos no setor. 

Fundado em 2016, viu a quantidade de clientes aumentar 515% e o número de consultas online saltar para 50 mil por mês no ano passado.

Hoje a plataforma oferece sessões online com mais de 800 psicólogos, psicanalistas, coaches e terapeutas, além de treinamentos de educação socioemocional e uma solução com dados estratégicos para Recursos Humanos e lideranças.

No ano passado, a procura por soluções de saúde para empresas cresceu 1.683% e a startup começou 2021 atendendo mais de 200 clientes corporativos. 

Rui Brandão, CEO da startup, com o aporte, destaca que o objetivo é “levar o projeto de saúde emocional corporativa para outro nível, contribuindo como consultoria e oferecendo dados para o mercado. O investimento ainda potencializará nossos projetos de capacitação e formação de profissionais, investindo em tecnologias e usando expertise em telepsicologia para desenvolver o setor. Além disso, vamos trabalhar a personalização da plataforma de acordo com as necessidades de cada indivíduo, criando assim planos específicos de desenvolvimento emocional”.

Segundo informações da Organização Mundial da Saúde, o Brasil é o país com maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo e quinto em casos de depressão.

Os dados ainda mostram que o problema não é limitado apenas ao Brasil, mas sim de abrangência global. No ano passado, mais de 320 milhões de pessoas estavam com depressão e 260 milhões com ansiedade, e grande parte sem nenhum tipo de tratamento.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais