Na contramão da crise, healthtech de Florianópolis cresce 80%

Em 2021 a Gestão OPME, healthtech de Florianópolis, completa 10 anos de atuação no mercado.

Ao encontro dos desafios que estão por vir, a empresa projeta um crescimento ainda maior do que o obtido no decorrer do ano passado, que foi de 80%.

“Tivemos que responder rápido às mudanças, em especial, por atuarmos em uma área tão essencial, como a saúde”, destaca Rodrigo Bergamini, CEO da Gestão OPME.

De acordo com ele, os serviços prestados, que já preconizavam operações 100% digitais, tiveram que passar por poucas adequações:

“Foi justamente a diferenciação apresentada pelas nossas soluções que ajudou os clientes”.

Um dos serviços prestados pela empresa, inédito no país, consiste no AdviceMed, uma plataforma exclusiva que centraliza e otimiza, de forma digital, os processos de segunda opinião médica especializada e junta médica para operadoras de saúde. 

A solução foi uma das principais aliadas para a análise e vazão das demandas de cirurgias eletivas, paradas durante meses, devido à pandemia, e gestão de recursos financeiros das operadoras de saúde.

Além disso, a empresa conta com soluções como telemedicina, plataformas de cotação e compra de órteses, próteses e materiais especiais (OPMEs), e serviços que auxiliam diretamente os processos de regulação em saúde. 

Novos produtos e investimentos em pessoas

O crescimento acelerado, conquistado no último ano, necessitou de adequações na camada C-Level.

Para isso, a empresa investiu na contratação de executivos experientes, com passagens por grandes organizações.

“Esses profissionais chegaram com a missão de nos ajudar a crescer ainda mais, agregando com sua expertise e estimulando o que há de melhor nos nossos colaboradores”, comenta o empresário.

A criação de novos produtos, com entrega de valor real aos clientes, é um dos principais objetivos da empresa para este ano.

Atualmente, os clientes da Gestão OPME correspondem a mais de 15% do market share, percentual este deve ser dobrado em 2021.

De acordo com a diretora executiva, Andréa Bergamini, conhecer o dia a dia das operadoras de saúde e autogestões é fundamental para auxiliá-las em suas maiores necessidades:

“Costumamos dizer que a redução de custos significativa é uma consequência para nossos clientes. Nossa preocupação e nosso foco está sempre em auxiliar na prestação do melhor serviço aos beneficiários”.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais