Colheita de pitaya deve crescer 30% em SC

Os produtores de pitaya começam o ano colhendo a fruta com boas perspectivas. Isso porque a previsão para a safra 2020/2021 é de um aumento de 30% em relação ao ano anterior.

De acordo com estimativa da Epagri, a área de cultivo do produto é de cerca de 200 hectares e está em plena expansão. Hoje, o estado já é o segundo maior produtor da fruta no Brasil.

Diego Adílio da Silva, coordenador de fruticultura da Epagri na região, diz que a pitaia era uma fruta desconhecida pelos brasileiros há poucos anos:

“Porém, por conta de suas propriedades nutracêuticas, vem caindo no gosto do consumidor e a demanda está aumentando”.

Ele explica que, mesmo com a redução do preço nas últimas safras, a cultura ainda oferece alta rentabilidade por metro quadrado:

“Mesmo sendo vendida a R$ 2 o quilo, tendo por base uma capacidade produtiva de 30 a 40 toneladas por hectare de fruta, a renda bruta pode chegar a R$ 80 mil por hectare”.

Antes de implantar o pomar, é fundamental que o agricultor se associe a alguma cooperativa ou indústria para poder escoar a produção.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais