Prova de vida de servidores aposentados, pensionistas e anistiados é suspensa até 31 de outubro

A exigência da prova de vida anual (recadastramento) de servidores aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis está suspensa até 31 de outubro.

A determinação foi publicada nesta segunda-feira, dia 28 de setembro, como medida de proteção no enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do coronavírus.

O objetivo da prorrogação é reduzir a possibilidade de contágio dos beneficiários que fazem o processo de recadastramento anual, que em sua maioria são idosos e considerados mais vulneráveis.

A medida, no entanto, não afeta o recebimento de proventos e pensões dos beneficiários que fizeram aniversário a partir de janeiro e ainda não fizeram a prova de vida anual.

Os beneficiários que, excepcionalmente, tiveram o pagamento suspenso antes da publicação podem solicitar o seu restabelecimento.

Basta acessar o Sistema de Gestão de Pessoas (Sigepe) e selecionar, em Requerimento, o documento Restabelecimento de Pagamento – Covid-19.

O beneficiário receberá um comunicado do deferimento ou não do seu requerimento por e-mail enviado automaticamente pelo Sigepe.

A Unidade de Gestão de Pessoas de cada órgão e entidade da Administração Pública Federal, a partir da confirmação do deferimento, deverá realizar o restabelecimento excepcional, obedecendo ao cronograma mensal da folha de pagamento.

A Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia, estabelecerá, posteriormente, o prazo e a forma para realização da comprovação de vida daqueles que foram contemplados na suspensão da prova de vida anual, assim como dos que tiveram o pagamento excepcionalmente restabelecido por solicitação via requerimento do Sigepe.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais