Empresa do RJ vai investir R$ 400 milhões para instalar terminal de GNL em SC

A Golar Power, do Rio de Janeiro, vai investir cerca de R$ 400 milhões para instalação do Terminal de Gás Natural Liquefeito (GNL), na Baía da Babitonga, em São Francisco do Sul.

O projeto prevê a construção de uma unidade flutuante de regaseificação de gás natural instalada a 300 metros da costa.

Além disso, terá capacidade de fornecer 15 milhões de metros cúbicos do combustível por dia para abastecer indústrias locais, além de suprir a demanda de termelétricas nas regiões próximas.

O projeto tem o objetivo de aumentar a competitividade a partir da diversificação da oferta de gás que, atualmente, depende do fornecimento pela Bolívia e está em uso total da sua capacidade.

Durante o processo, a empresa estima que serão gerados cerca de 1.275 empregos indiretos.

Na segunda-feira, dia 14 de setembro, o Governo do Estado reuniu representantes de diversas secretarias, da SC Gás e da SC Par, para os alinhamentos do projeto.

Um grupo técnico com representantes de todas as pastas e órgãos envolvidos, além de especialista no setor de energia e gás, acompanharão os próximos passos do processo.

A partir de agora, a empresa deve dar os encaminhamentos para o pedido da Licença de Instalação junto ao Instituto do Meio Ambiente (IMA).

Rogério Siqueira, secretário de desenvolvimento econômico do estado, afirma que um projeto desta envergadura possibilita modernizar o setor, gerar empregos e trazer mais competitividade para Santa Catarina, com a atração de empresas:

“Nosso propósito é criar políticas perenes de desenvolvimento e a potencialidade deste projeto é evidente. Precisamos desta matriz que aumentará a segurança energética de Santa Catarina e do Sul do país”.

O encontro contou com a presença do secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Siqueira, de Infraestrutura, Thiago Vieira, do procurador-Geral do Estado, Alisson de Bom Souza, do presidente Instituto do Meio Ambiente, Valdez Venâncio, do presidente da SC Par, Ênio Parmeggiani, da SC Gás, Willian Anderson Lehmkuhl, e da secretária Executiva de Assuntos Internacionais, Daniela Abreu.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais