Setor de serviços da região Sul encerra semestre com desempenho negativo

Os dados da Pesquisa Mensal dos Serviços, divulgados nesta quinta-feira, dia 13 de agosto, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que o volume serviços de Santa Catarina cresceu 3,6% em junho frente se comparado maio deste ano.

Esse é o segundo mês consecutivo de crescimento, dando início à reversão da queda expressiva ocorrida em maio, quando registrou -13,4%.

Em comparação com junho do ano passado, o volume de serviços se mantém em queda, com recuo de 8,5%. No primeiro semestre do ano também houve retração de 8,6%.

A queda no semestre está associada principalmente à redução do volume de serviços prestados às famílias (-25,1%) e dos serviços de informação e comunicação (-9,1%).

No Paraná, o volume de serviços recuou 1% em junho. A queda eliminou o crescimento ocorrido em maio (0,8%) e mantém a trajetória negativa observada desde fevereiro deste ano.

Em comparação com o mesmo mês do ano passado, a retração foi de 15,2%.

Já no acumulado de janeiro a junho, a queda foi menos acentuada, de 8,8%.

Entre os atividades, os serviços prestados às famílias (-34,8%), e outros serviços (-8,4%), exerceram a influência negativa mais relevante na queda no semestre.

Já no Rio Grande do Sul o volume de serviços cresceu 6,6% em junho, o maior crescimento no ano.

Já em comparação com junho do ano passado, houve retração de 17,2%.

No acumulado ano, o setor de serviços do estado recuou 14,4%, com queda em todas as atividades.

As mais acentuadas foram nos serviços prestados às famílias (-38%) e nos serviços profissionais e administrativos (-16,1%).

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais