A principal palavra-chave dos negócios é o otimismo, aponta pesquisa da Acaert

Uma pesquisa feita pela Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acaert), expôs uma realidade bem importante nesse momento.

O estudo apresenta percepções de importantes empresários de Santa Catarina e as medidas tomadas pelas suas empresas durante a pandemia.

A pesquisa contou com as respostas de 811 empresários, todos eles integrantes de entidades empresariais de Santa Catarina (Sebrae, FCDL, Facisc, Fecomércio, Lide e Fiesc).

Do total de entrevistados, 33% são do setor de comércios, 42% de serviços, 18% da indústria e 5% de comunicação. Destes, mais de 70% afirmaram estar comunicando durante a pandemia.

Antes de explorar a pesquisa, importante notar que o uso das palavras-chaves é fundamental, e o poder da linguagem é determinante para os negócios.

Com uma crise horizontal, alcançando quase a totalidade dos negócios, haviam empresas que já possuíam um processo de “setup” em vigor, conseguindo migrar para esses novos processos, sem interferir substancialmente na vida financeira do negócio.

Por outro lado, inúmeras empresas precisaram otimizar a sua comunicação com o cliente, pois o problema não era ou é o produto, mas sim o impacto econômico gerado pela pandemia.

Comunicação assertiva pode significar: mudar o rótulo do produto, apresentar êxitos do negócio, oferecer ao cliente, algumas alternativas para manter o contrato vigente, ou até mesmo, negociar com cada cliente, através de uma comunicação mais pessoal, a continuidade da prestação de serviços através de cobranças diferenciadas. Exemplos sobram de atos para manter a relação com o cliente e os negócios.

Conforme apresentado acima, não há nada mais poderoso em tempos de tecnologia, do que o uso adequado das palavras-chaves. O uso correto de #hashtag nas redes sociais, os algoritmos corretos no Youtube e a comunicação perfeita do negócio são instrumentos lógicos, pois é o ponto de encontro entre a matemática e o processo cognitivo dos ser humano.

Com base nessa lógica, os empresários apontaram para cinco mensagens dadas por eles durante a pandemia: Otimismo, Superação, Esperança, Promoção de Vendas e Comunicado.

Com esse otimismo, 59% dos pesquisados acreditam que a sua marca sairá fortalecida e com o fim da pandemia, 50% acreditam que a economia crescerá rapidamente.

Destaca-se que essas mensagens foram utilizadas pelos empresários em seus negócios e que a força da linguagem foram determinantes para a manutenção dos seus contratos.

A pesquisa completa pode ser conferida clicando aqui.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais