Cerveja Blumenau mira inovação com implantação de nanocervejaria, envase de latas e adega para barris

A movimentação na fábrica da Cerveja Blumenau foi intensa nos últimos dias. Isso porque a marca, que leva o nome da Capital Brasileira da Cerveja, recebeu equipamentos para a implantação de uma nanocervejaria dentro da estrutura fabril.

O projeto, anterior à pandemia, complementa o envase de latas e a adega para barris em um movimento de incentivo à inovação.

Lotes inéditos, experimentações e edições limitadas serão geradas nestes três espaços. 

O diretor executivo da Cerveja Blumenau, Valmir Zanetti, comenta que as diretrizes estratégicas dos projetos estavam no planejamento e foram mantidas, mesmo com os desafios causados pela pandemia do novo coronavírus:

“Nós entendemos que a inovação é uma das chaves não só para passarmos por esse momento, mas para que o mercado de cervejarias independentes cresça. Com a liderança do nosso cervejeiro, Marcos Guerra, demos início em 2019 a ampliações no laboratório e áreas de suporte à adega de barris, à nanocervejaria e ao envase de latas. Agora, mais uma importante fase está sendo concluída. A próxima é levar as cervejas ao mercado”.

Ele destaca que os investimentos marcam uma nova fase da cervejaria:

“Trabalhamos muito no último ano para assegurar ainda mais a qualidade constante dos produtos. A linha consagrada nos trouxe uma base firme para podermos criar, em conjunto com o time, cervejas e projetos inovadores para surpreender quem já é consumidor de cerveja artesanal e trazer para esse movimento aqueles que não conhecem muito desse movimento”.

SOBRE OS PROJETOS

Com a linha completa da Zegla, a nanocervejaria terá produções de lotes de 500  a 1 mil litros que poderão ser envasadas em garrafas ou latas.

A estrutura também estará à disposição do mercado, para marcas ciganas e lotes especiais de rótulos em menor volume. 

O envase de latas, já implantado, possibilitará projetos especiais em nova embalagem não só de produtos limitados da nanocervejaria, mas também de itens de linha.

Já a adega de barris é uma estrutura dedicada a esses rótulos especiais, climatizada e separada do restante da fábrica, que já têm maturações em andamento.

Blends e experiências sensoriais para quem é apreciador de cervejas sairão desse projeto.

Em cinco anos, a marca soma mais de 20 premiações nacionais e internacionais para os seus rótulos, além de reconhecimentos institucionais como o Top de Marketing da ADVB/SC e o prêmio de Cervejaria do Ano na América do Sul pelo International Beer Challenge em 2016.  

Atualmente conta com 20 produtos em linha, além de produtos sazonais e especiais.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais