Catarinense Librelato faz sua primeira exportação para o mercado africano

A Librelato, fabricante de implementos com sede em Orleans, fechou sua primeira venda  para o mercado africano.

O primeiro país a receber os implementos da marca foi Ruanda, com dois conjuntos de carroceria e reboque Sider para a empresa Sorwatraco, especializada no transporte de bebidas entre Ruanda e Tanzânia.

De acordo com José Carlos Sprícigo, CEO da Librelato, as negociações para ampliar as exportações da empresa continuam sendo trabalhadas, mas essa venda sinaliza o início de uma longa parceria com empresas de transporte em operação no continente africano:

“Essa venda irá reafirmar a qualidade de nossos produtos e nos impulsionar a alçar novos voos pelo mercado externo”.

Para Daniel Zilio, gerente de exportação e Libreparts, a empresa olha o mercado externo como um pilar estratégico de crescimento:

“Essa importância que a Librelato dá ao mercado externo traz consigo ações sólidas e duradouras na busca desta expansão internacional. Entendemos que através do acesso aos novos mercados conseguimos ter uma visão além do horizonte em nossa empresa, internalizando as experiências e conhecimentos obtidos lá fora, que são transformados em soluções e melhorias para nossos produtos e processos”.

A Librelato está abrindo novos mercados também na América do Sul por meio do MoveBrazil, programa de internacionalização da indústria de implementos rodoviários.

Até o fim do ano a empresa espera enviar 400 equipamentos ao exterior, em países como Chile, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Ruanda, entre outros. 

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. EntendiSaiba mais