Plano Safra: governo e setor produtivo unem esforços para incentivar acesso ao crédito rural

O Governo do Estado e o setor produtivo unem esforços para aumentar a aplicação do crédito rural em Santa Catarina.

Nesta semana, a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural e a Epagri apresentaram o Plano Safra 2020/2021 para lideranças do agronegócio catarinense e de instituições financeiras.

A intenção é incentivar ainda mais os pequenos agricultores e pescadores a acessar os recursos disponibilizados pelo Governo Federal, como forma de ampliar a competitividade do meio rural e pesqueiro de Santa Catarina e movimentar a economia local.

O plano conta com investimentos de R$ 236,3 bilhões para apoiar a produção agropecuária nacional, um aumento de R$ 13,5 bilhões em relação ao plano anterior.

Desse total, R$ 179,38 bilhões serão destinados ao custeio e comercialização e R$ 56,92 bilhões serão para investimentos em infraestrutura.

Segundo o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa, Santa Catarina é destaque nacional pelos valores aplicados ao longo dos últimos anos e os esforços estarão voltados para ampliar a aplicação dos recursos e também o número de contratos. Além de aumentar a participação das mulheres, dos pescadores e das pequenas cooperativas da agricultura familiar.

“O Plano Safra vem como um incentivo importante a todo setor produtivo catarinense. No estado, temos que fazer um esforço conjunto do setor público, lideranças do setor produtivo e instituições financeiras para conscientizar os agricultores familiares e pescadores sobre as novas linhas de crédito e as oportunidades de investimento para melhorar e modernizar a produção, além de agregação de valor. Temos grandes oportunidades e temos certeza de que mais um vez o agronegócio catarinense será um destaque”, destaca o secretário.

Alta nos investimentos do Pronaf em Santa Catarina

Os valores do Pronaf aplicados em Santa Catarina somaram R$ 3,59 bilhões, um aumento de 14,2% em relação à safra anterior. Desse total, R$ 275,7 milhões foram aplicados via Epagri.

Os produtores rurais de Santa Catarina contam ainda com o apoio da secretaria para o pagamento de juros dos investimentos.

Na última safra, os contratos somaram R$ 104 milhões com subsídios por meio dos programas Menos Juros, Cobertura de Pomares e Irrigar.

Além disso, os financiamentos via Fundo de Desenvolvimento Rural, com recursos próprios do governo, chegaram a R$ 16,3 milhões, beneficiando agricultores e pescadores em todo o estado.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais