A importância do compliance para os negócios em tempos de pandemia

A cultura empresarial que já vinha internalizando a conformidade em seus negócios, diante da pandemia do coronavírus que trouxe ainda mais mudanças no cotidiano, e que impactaram diretamente nos negócios de empresas do mundo inteiro, bem como considerando os crescentes desafios, antecipou a urgência de medidas de prevenção nas empresas.

O panorama de incertezas que a pandemia está provocando nos negócios, pode fazer com que as boas práticas e procedimentos internos sejam ignorados, colocando a empresa em uma situação de vulnerabilidade, tornando ainda mais fácil a ocorrência de fraudes ou atos de corrupção no negócio.

Por isso, cresce a importância de ter um programa de compliance e gestão de riscos nos negócios.

A advogada especialista em direito empresarial e dos negócios e sócia do Kuppas & Araújo Advogados Associados, Camila Katrin Kuppas Costa, explica que nesse cenário, é preciso reforçar e revisar os procedimentos que deixem a empresa em conformidade com todas as leis vigentes, além de implantar medidas para evitar riscos após a crise:

“Quando uma empresa tem um programa de Compliance e gestão de riscos nos negócios, ela está evitando que ocorram condutas irregulares e se previne de sanções pelo não cumprimento da legislação. Também aumenta a vantagem competitiva no mercado e reduz os danos na imagem da empresa e perda de certificações, causados por não-conformidades que podem levar à desvalorização do negócio, queda no valor das ações, diminuição nas vendas e no número de clientes, e descredibilidade no mercado, bem como diminui a necessidade de provisionamentos expressivos ao negócio das companhias”.

Ela ainda destaca que, os danos à imagem são os mais difíceis de recuperar no mercado:

“Se uma empresa tem seu nome divulgado por qualquer ato ilegal, ela perde credibilidade no mundo dos negócios e principalmente perante o mercado e clientes. Entretanto, quando a organização atua com base na conduta ética, isso será percebido no mercado muito rapidamente, o que atrai bons clientes e fornecedores, bem como perante os órgãos governamentais e judiciais, e naturalmente reduzirá riscos para o negócio”.

Portanto, o programa é uma forma de gerar lucro, prevenir prejuízos financeiros e eventuais danos que possam afetar o desempenho, os valores e a reputação da empresa no mercado. Nesse cenário, os riscos decorrentes dessa nova realidade são significativos, portanto, é de extrema importância manter as políticas de compliance nos negócios.

“Assim você assegurará a preservação dos negócios, com os menores impactos financeiros, jurídicos e de imagem possíveis para a organização, permitindo que os negócios possam ser retomados, com segurança e eficiência, quando esse período de pandemia acabar”, esclarece a advogada especialista em direito digital e sócia da advocacia, Ana Gabriela Araújo Zadrozny.

Por últimos, as especialistas afirmam que é fundamental o comprometimento de todos os funcionários:

“Todos precisam conseguir visualizar os benefícios do compliance para a empresa, também é fundamental o comprometimento dos gestores, principalmente, no que diz respeito ao cumprimento do compliance, com o objetivo de assegurar que todos estejam alinhados com os valores éticos da empresa, bem como com as políticas internas e legislações dos órgãos reguladores”.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais