Cresce número de plataformas de crowdfunding de investimentos e busca por maior rentabilidade

O  crowdfunding de investimentos movimentou um total de R$ 59.043.689 em 2019. O valor corresponde a um aumento de 28% em relação ao ano anterior.

Outro dado expressivo é que o número de ofertas lançadas cresceu de 56 para 81, e de ofertas fechadas com sucesso, de 46 para 60.

No total, foram 6.720 investidores em 2019, com investimento médio de R$ 8.786,26.

O crowdfunding de investimentos se tornou um importante instrumento de captação de recursos, principalmente para startups, que precisam de capital financeiro para desenvolverem produtos ou serviços.

Além disso, o mercado imobiliário também adere ao modelo de captação.

Em contrapartida, esses negócios oferecem retorno sobre investimento e até mesmo participação societária. 

Quem regulamenta essa modalidade no mercado é a Instrução 588, da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Primeira empresa nesse segmento em Santa Catarina, a Investweb vem fazendo um trabalho muito além de intermediar esse processo de captação, possuindo uma gama de informações que ajudam o investidor a conhecer cada vez mais o negócio que pretende investir.

Atualmente, o portfólio compõe tanto startups, quanto empreendimentos imobiliários, que buscam alavancar seus negócios com participação de parceiros através da plataforma.

“A partir de R$ 1 mil já é possível investir no segmento imobiliário. Este modelo de investimento por exemplo propõe uma rentabilidade mínima pré-fixada, com taxas em torno de 150% CDI, dependendo do projeto, o que é um ótimo investimento”, destaca Ana Paula Tomelin, CEO da Investweb. 

A empresária conta que “o projeto imobiliário de Ituporanga (SC), O Marquês de La Colina, por exemplo, foi um sucesso, totalizando R$ 851 mil captados”.

Confira abaixo investimentos mediados pela plataforma:

O Parque das Vilas é um empreendimento imobiliário localizado em Governador Celso Ramos, no litoral de Santa Catarina. Ela está hoje com 15,2% do total captado na plataforma. Confira o vídeo abaixo:

A Silva Jardim Residencial, condomínio de alto padrão que está sendo construído em Joinville, já captou 27% do total. A rentabilidade mínima deste projeto é de 150% do CDI de seu valor investido e será pago em 24 meses. Confira o vídeo abaixo:

A Meu Delivery, que está oferecendo 7,5% na participação societária, já captou 20,8%, do total de R$ 240 mil. A startup atua em mais de 600 cidades do Brasil e possui mais de 15 mil usuários.

“Estamos percebendo essa alta por conta do coronavírus, tanto que registramos em março um crescimento de 32%, número que deve se repetir pelos próximos meses”, destaca Rafael de Melo Barbosa, CEO da startup.

A Meu Dr. Kids, startup home care pediátrico que está oferecendo 5% na participação societária. É uma plataforma Saas (Software as a Service) que tem o objetivo de realizar atendimento pediátrico para crianças de 0 a 14 anos, onde os pais fazem a busca pelo profissional através de um aplicativo, selecionam o que mais estiver próximo de sua residência ou então aquele de sua preferência e este profissional se desloca até a casa do paciente. O aplicativo já está presente em Santa Catarina, Amazonas, Acre e Minas Gerais. Confira o vídeo abaixo:

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais