Mais empresas de SC adotam home office por conta do Coronavírus

Uma reportagem do Economia SC noticiada nesta segunda-feira, dia 16, sobre empresas que adotaram home office como forma de combater o coronavírus tomou novos rumos.

Isso porque mais empresas estão aderindo ao movimento e vamos continuar noticiando conforme recebermos as informações.

A PagueVeloz, fintech de Blumenau, aderiu ao home office a partir desta terça-feira, dia 17. A empresa conta com cerca de 80 profissionais. Conforme conversado com o Economia SC, o COO da empresa, Nilton Spengler Neto, destaca que disponibilizaram tudo o que era necessário para manter todos em domicílio, sem comprometer o desempenho da equipe.


A Ahgora, empresa de Florianópolis que desenvolve aplicações em gestão, anunciou que seus 180 funcionários passam a trabalhar home office a partir dessa semana. “O home office pode evitar que colaboradores sejam infectados pelo vírus e também evita que se pare a operação da empresa”, destacou Lázaro Malta, CEO da empresa ao Economia SC.


A Dati Soluções, de Blumenau, também adotou a medida por tempo indeterminado. Por lá, alguns profissionais já atuavam no home office e, agora, os 8 profissionais que estavam no escritório, também.


Em conversa com o portal, o CEO da Involves, André Krummenauer, informou que a empresa está mantendo os 300 funcionários de Florianópolis, sede da empresa, e escritórios em São Paulo (SP), México e Colômbia, em home office também, a fim de evitar novos casos de coronavírus. Um ponto destacado é que a empresa disponibilizou todos os equipamentos necessários para os funcionários conseguirem exercer suas atividades.


A Transfeera, de Joinville, que opera mais de 25 mil pagamentos por dia, está organizando também a equipe de 18 funcionários em home office para que não haja nenhum reflexo na rotina do usuário, conforme destacou Guilherme Verdasca, CEO da fintech.


você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. EntendiSaiba mais