Santa Catarina busca aproximação com ecossistema de tecnologia indiano

Com o objetivo de reunir diversos setores da economia brasileira em busca de acordos comerciais, maior cooperação, parcerias estratégicas e promoção de negócios entre os países, uma delegação brasileira viajou à Índia em missão presidencial de 25 a 28 de janeiro.

Por meio do Ministério de Ciência e Tecnologia da Informação (MCTIC) e da Associação Nacional Promotora de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), a tecnologia da informação foi um dos setores representados na missão.

Daniel Leipnitz, presidente da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) e vice-presidente da Anprotec, participou da missão contribuindo com o painel India – Brazil Business Forum, na tarde de segunda-feira, dia 27.

“Conseguimos fazer diversos contatos, conversar e nos aproximar de membros do Governo Brasileiro que podem nos ajudar a desenvolver cada vez mais o nosso ecossistema, bem como de instituições de tecnologia indianas que são referência na formação de talentos e mão-de-obra qualificada”, destacou Daniel.

Ele falou sobre programas brasileiros como o land2land, iniciativa da Anprotec, da Apex-Brasil e do Sebrae, que oferece uma plataforma para softlanding, ou seja, maior facilidade de acesso, para a internacionalização de empresas.

Outro programa apresentado no fórum foi o StartOut Brazil, promovido pelo Governo Federal, que tem como objetivo enviar startups para missões internacionais de negócios.

Em recado enviado ao setor de tecnologia brasileiro, Daniel afirmou que está “muito honrado em poder representar todos vocês e o nosso país, e podem ter certeza de que o fiz com a maior responsabilidade possível. Vamos aproveitar essa oportunidade e trabalhar bastante para que a gente possa desenvolver cada vez mais as nossas empresas”.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais