Frigoríficos são habilitados a exportar subprodutos de suínos para China

Maior produtor e exportador de carne suína do Brasil, Santa Catarina comemora mais uma conquista. Autoridades sanitárias da China habilitaram mais sete plantas frigoríficas a exportar subprodutos de carne suína para o país asiático.

O anúncio feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anima o setor, que espera faturar cerca de R$ 60 milhões por mês com os novos embarques.

As fábricas habilitadas são: Seara (Itapiranga), Pamplona (Presidente Getúlio e Rio do Sul), Aurora (Chapecó e Joaçaba), Seara (São Miguel do Oeste) e BRF (Campos Novos).

Segundo o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa, a ampliação dos embarques de proteína animal para a China já era esperada. “A China vive um momento muito delicado e deverá aumentar as importações de carne ao longo dos próximos meses. Santa Catarina já é um grande fornecedor de proteína animal para os países asiáticos, tem a confiança do mercado e o grande diferencial de ser uma zona livre de febre aftosa sem vacinação. O cuidado extremo com a saúde animal é uma grande vantagem competitiva e estamos colhendo os resultados de todo esse esforço”, destaca.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais